segunda-feira, agosto, 2019

9 passos para se tornar um freelancer

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...
FavoriteLoadingFavoritar este Post
Categoria:

Traduzido e adaptado: http://bit.ly/32UEYIJ

Ser freelancer é o sonho de muitos criativos.  Quaisquer que sejam suas razões para se tornar freelancer, é essencial que você se prepare antes.

Você pode ter ótimos contatos e um portfólio de design incrível, mas se quiser que a transição para a vida autônoma transcorra suavemente, há muitas coisas para resolver antecipadamente. Para todos os conselhos que você provavelmente precisará, no entanto, para você ir na direção certa, aqui estão oito coisas que você absolutamente precisa saber antes do grande dia,

01. Obter algum dinheiro 

[Image: Getty]

Ninguém vira freelance na expectativa de ficar sem grana, mas o fato é que, enquanto você está começando, você pode acabar ficando sem dinheiro. Mesmo que você tenha muito trabalho alinhado desde o primeiro dia, é provável que você tenha que enfrentar um período de renda zero entre o pagamento final e a primeira das suas faturas sendo pagas. 

Se você planejar com antecedência, e começar a economizar alguns meses antes – por exemplo, o suficiente para passar dois ou três meses sem nada entrar -, você deve estar bem preparado para passar por aqueles primeiros dias sem dinheiro. .

02. Inscrever-se como autônomo

Ter um CNPJ para fazer notas ficais é um passo importante que muitos clientes pedem.

Você pode saber mais acessando o site: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/

03. Decida onde você vai trabalhar

[Image: Getty]

Isso pode soar como uma parte trivial do processo, mas o negócio de onde você trabalha pode ter um grande impacto em sua produtividade. Muitos designers e ilustradores já estão preparados para trabalhar em casa e acham fácil continuar nesse sentido.

Se você acha que precisa sair da casa e realmente ir trabalhar, procure espaços de trabalho locais onde possa contratar uma mesa para o maior número de dias que precisar. Isso dará à sua vida profissional uma estrutura muito necessária e também apresentará muitas oportunidades de networking.

04. Iniciar uma planilha

[Image: Getty]

Este é simples de fazer, mas fácil de adiar, e quanto mais você esperar, mais difícil será recuperar o atraso. Crie uma planilha com detalhes sobre todas as suas receitas e despesas e lembre-se de mantê-la atualizada. Não precisa ser especialmente complexo, tudo o que você precisa é de um registro de tudo o que ganhou e gastou durante o ano fiscal, de modo que, no momento de enfrentar seu retorno de auto avaliação, você possa fazer algumas somas simples e você terá os dois números mais importantes para ele: o que você ganhou e quais despesas você pode compensar..

05. Encontre seus clientes

[Image: Getty]

Se você tomou a decisão de ser freelancer, é provável que você já tenha uma boa ideia com quem você quer trabalhar (e alguma expectativa de que eles vão querer contratar você). A última coisa que você quer, porém, é dar o salto para o freelance e descobrir no primeiro dia que não há nenhum trabalho, então vale a pena se preparar antecipadamente. 

Depois de se comprometer a se tornar freelancer, elabore uma lista de seus clientes preferidos e entre em contato. Alguns deles provavelmente já o conhecerão, outros precisarão de um briefing mais completo; em ambos os casos, informe-os quando você estiver disponível e o que você pode fazer por eles. Depois de algumas dessas conversas, você deve estar preparado para começar a trabalhar no seu primeiro dia como freelancer.

06. Obter um contador – talvez

[Image: Getty]

Você precisa de um contador? Essa é uma pergunta de um milhão de dólares sem resposta fácil. Se você está estabelecendo como um único operador, tenha uma ideia firme do que você vai ganhar ao longo do seu primeiro ano e não vai levá-lo a quaisquer escalões de imposto mais elevados (nós sabemos, o acaso seria uma coisa boa) e não é provável que você acumule muitas despesas complexas, não é difícil classificar seu próprio imposto. 

Dito isso, se você não se sente confortável com esse lado do negócio, ou se espera que seu negócio cresça rapidamente, um contador pode ser uma dádiva absoluta (e as taxas podem ser compensadas com impostos). Se você não tiver certeza, procure um contador local para conversar

07. Organize suas mídias sociais

[Image: Getty]

Você precisa de uma pegada de mídia social para promover a si mesmo e a sua empresa, e é quase certo que você já tenha contas pessoais configuradas em várias plataformas. Mas como com a questão de saber se você quer trabalhar em casa ou não, você precisa se perguntar se você deseja usar essas contas para promover sua carreira como freelancer. 

Muitos freelancers lidam perfeitamente bem com contas que misturam personalidades e trabalho, mas você pode preferir separar essas vertentes. É bom ter contas discretas que são sobre o trabalho – especialmente se você considerar que os potenciais clientes podem realmente não querer saber o que você achou do fim do Game of Thrones – e fazer malabarismos com várias contas do Twitter e do Instagram, pode realmente ajudá-lo a apresentar uma cara mais profissional ao mundo onde conta.

.

08. Construa seu portfólio

Aqui está outra daquelas coisas que você provavelmente já classificou em sua maioria, mas que precisarão de algum trabalho antes que você esteja pronto para ir. Se você está pronto para ser freelancer, então, sem dúvida, você construiu um corpo de trabalho forte, mas o que você pode não ter feito é transformá-lo em um portfólio que transmite a mensagem de maneira rápida e eficiente. 

09. Faça tudo com paixão!

Feito isso você está pronto para entrar nesse mundo de tantos desafios que estaremos sempre juntos para auxiliar suas artes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia mais >