quinta-feira, setembro, 2016

Design UX nos vídeo games

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...Loading...
FavoriteLoadingFavoritar este Post

Para capturar nossa atenção, os vídeo games precisam encontrar o balanço perfeito entre UX (experiência proporcionada ao usuário) e design visual, afim de garantir um jogo divertido e viciante.

Algumas características para garantir tais experiências podem ser aplicadas em diversos campos de criação e design. Selecionamos algumas delas que podem ser muito úteis para o seu próximo projeto.

Gamificação

Um design que passa pela “gameficação” é aquele que garante interação e engajamento proporcionando ao usuário incentivos apropriados para que a linha de navegação seja completa. Sejam desafios, pontos, vale tudo para que a jornada do usuário-jogador seja criada de maneira imersiva e interessante.

 employee-engagement-through-gamification

Ensino fácil

A maioria dos jogos de sucesso trazem as instruções já acompanhadas de uma etapa ou mini-jogo, ao invés de um tutorial em vídeo longo ou cheio de texto. Uma das armadilhas do UX é a tentação de bombardear o usuário com milhares de informações logo de cara – o conceito do easy learning é transmitir essa mensagem de maneira simples e clara, sem excessos.

Customização baseada em habilidades

É comum em diversos jogos a possibilidade de escolha entre níveis “fácil”, “médio” e “difícil” logo no início. Do ponto de vista da experiência do usuário, isso significa oferecer opções para diversos tipos de público em um mesmo ponto do design. Seja a possibilidade de pular uma introdução explicativa ou desativar a ferramenta de dicas que envia mensagens ao longo do app.

Storytelling imersivo

Um aspecto interessante de video games de sucesso que designers devem se atentar é quão imersiva e coerente é a narrativa e o mundo criado ao longo do jogo. Desde o início, o jogador é mergulhado em um mundo único, com sua própria estética, seus costumes, de modo a parecer real, crível. A lição é que uma identidade visual consistente e branding importam muito no resultado final. Isso incentiva o uso, reconhecimento de marca, engajamento e lealdade.

 786v9t1junoi7rllkqfmazl72ejkfbmt4t8yenimkbvvk0ktmf0xjctabnaljim9

Curtiu? Conta pra gente quais outras lições você acha que designers podem tirar dos video games!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Qual é a MINHA WACOM?

Pensando nas dúvidas e dificuldades de encontrar a Wacom ideal para as suas necessidades, criamos uma…

Leia mais >