Na Mídia

Saiu na Mídia

Análise: canetas Intuos Creative Stylus 2 e Bamboo Stylus Fineline

Tablets servem para vários propósitos – afinal, é praticamente um computador, como navegar na web, acessar redes sociais e jogar. Alguns aplicativos permitem fazer anotações e desenhar, mas o dedo não é exatamente a ferramenta mais precisa para essas atividades.

É aí que entram as canetas, também chamadas de stylus, tão evidentes na época dos PDAs da Palm. Nesta análise, testamos dois modelos da Wacom: a Intuos Creative Stylus 2 e a Bamboo Stylus Fineline. Ambas são compatíveis com iPad Mini, Mini 2, Mini 3, iPad 3, iPad 4 e iPad Air.

Instalação

Antes de mais nada, precisamos dizer que as canetas funcionam mesmo “desligadas”. Nesse modo, os tablets não diferenciam o toque dos dedos ou das canetas. No entanto, para usar os recursos mais avançados, é preciso emparelhar os dispositivos através de conexão Bluethooth, mas não se preocupe, pois é tudo muito fácil. Os acessórios precisam ser carregados, mas feito isso, a duração nominal é de 26 horas.

Por enquanto, apenas 14 aplicativos usam esses recursos avançados. Um deles é o Bamboo Paper, da própria Wacom. Esse app gratuito conta com seis tipos de ponta (cada caneta ativa três deles) e um caderno com 100 páginas. Para acionar a stylus, basta apertar o botão dela e tocar no ícone de conexão. Em menos de 2 segundos os aparelhos se pareiam e, uma vez feito isso, basta apertar o botão para acionar a caneta novamente.

O Bamboo Stylus Fineline libera as pontas esferográfica, hidrocor e lápis, e o Intuos Creative Stylus 2, a pena, o guache e o crayon (também é possível comprar os materiais que ficam faltando). O uso da caneta aumenta consideravelmente a precisão dos desenhos, embora a ponta do stylus, bem mais fina que nas encarnações anteriores, não bata milimetricamente com a origem dos traços (e fica pior para quem usa o objeto inclinado).

Teste de material e de sensibilidade à pressão 

Quase gêmeas 

Um outro problema é o lag, que é o tempo entre o movimento da caneta e o risco propriamente dito. O atraso é mínimo, mas incomoda quem escreve ou desenha rapidamente. O Bamboo possui um botão, e o Intuos, dois, aos quais podem ser atribuídos funcionalidades como a borracha e o “desfazer”. Aqui, a caneta preta leva vantagem.

O Intuos alega ter 2.048 níveis de pressão, e, embora esse conceito exista no Bamboo, não há dados sobre a sensibilidade. Na prática, os dois modelos se comportaram de maneira similar, com os traços ficando mais grossos ou escuros conforme a força aplicada na ponta da caneta.

Um problema do aplicativo Bamboo Paper é o fato de possuir uma paleta de apenas 36 cores. De resto, é um programa simples e fácil de mexer. Um recurso que não funciona é o “palm rejection”, que, em teoria, ignoraria a palma da mão que está sendo usada como apoio. Eventualmente, até acontece o que deveria, com o tablet reagindo apenas à caneta, mas, na maioria das vezes, ocorre um conflito, e o traço não sai no lugar correto.

Além do Bamboo Paper, há mais aplicativos compatíveis com as stylus, como o Autodesk SketchBook. Esse app é mais robusto, mas também mais pesado. Para usar as canetas nele, é preciso ir ao menu principal, acessar “Preferences”, apertar o botão na caneta e escolher a opção Wacom na aba “Pen”. Aqui também não funciona o “palm rejection”.

A Bamboo (prata) tem ponta de 1,9 mm e a Intuos (preta) 2,9 mm

Vale a pena?

Essas duas canetas da Wacom saem uma brincadeira cara. A Bamboo tem preço de R$ 359 sem desconto, e a Intuos, R$ 399 na loja oficial online. Elas são ótimas para fazer ilustrações descompromissadas ou anotações, mas, se estiver procurando por maior precisão, melhor investir em mesas digitalizadoras, uma das especialidades da Wacom. As duas canetas são bem semelhantes, e a principal diferença é o fato da Intuos ter dois botões.

Fica também o aviso que os acessórios são apenas para iPads, sendo que no modelo mais recente, o Air 2, há relatos de que as canetas não funcionam tão bem quanto nos Minis, iPad 3 e 4 e o primeiro iPad Air. Esta análise foi feita em um iPad 4.

 

Matéria publicada em Tec Mundo:

http://www.tecmundo.com.br/intuos-creative-stylus-2/74964-analise-canetas-intuos-creative-stylus-2-bamboo-stylus-fineline.htm

Voltar
Ver todos