domingo, janeiro, 2018

A técnica Time Lapse em fotografia

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...Loading...
FavoriteLoadingFavoritar este Post
Categoria:

Você já viu aqueles vídeos nos quais podemos apreciar em poucos minutos todo o processo de construção de um edifício? Ou tal vez, vídeos com um apaixonante pôr de sol em poucos segundos? Este é o resultado fotográfico do uso da técnica do Time Lapse, baseada em fotografar o passar do tempo.

Mediante uma sequência de fotografias capturadas em um intervalo de tempo específico consegue-se um efeito de movimento acelerado da realidade, o que permite apreciar acontecimentos não perceptíveis a simples vista.

Existem quatro diferentes tipos de Time Lapse, e muitos deles podem se realizar com equipamentos básicos de fotografia como uma câmera reflex, um tripé de apoio e um computador.

Time Lapse Tradicional

A técnica tradicional fundamenta-se em uma série de fotografias concretas capturadas durante um lapso determinado do tempo. Posteriormente, as imagens serão optimizadas mediante algum software de edição para reproduzir a cena em câmara rápida.

Time Slice

 No Time Slice a técnica captura as imagens com o mesmo enquadro em diferentes momentos. A montagem final é diferente do time lapse tradicional porque no lugar de editá-las como vídeo a composição será realizada através do photoshop que conecta as fotos por takes (slices) perfeitamente verticais. O recomendável é usar esta técnica em paisagens onde não tenham alterações substanciais de forma, como por exemplo, no transcurso da noite ao dia.

Um dos professionais mais destacados nesta técnica é Dan Marker-Moore, autor de fotografias incríveis como essa aqui:

timelapse

Hyper Lapse

O hyper lapse permite capturar um transcurso com movimento. A câmera também se traslada ao longo do roteiro visual preestabelecido gerando assim um efeito de tour visual alcançado com o trabalho de pós-produção.

 

Flow Motion

O quarto tipo desta técnica fotográfica é uma combinação entre o time lapse tradicional e o hyper lapse porque permite observar as mudanças do passar do tempo ao mesmo tempo que a localização do cenário escolhido alcançado com os after effects da imagem.

Assim, graças a fusão entre imagens fixas em diferentes sequências de tempo e outras imagens em movimento é possível obter um vídeo de câmera rápida. O segredo desta técnica é a edição das fotos em pôs produção.

Rob Whitworth é um dos artistas mais reconhecidos em Flow Motion.

Dicas finais

As sessões para a tomada de fotografias time lapse são relativamente extensas e demandam grandes quantidades de disparos para chegar ao efeito desejado.  O importante para se assegurar a captura da sequência desejada é a consolidação do planejamento prévio, como o montagem do roteiro das imagens a capturar, os intervalos e o período de tempo especifico a fotografar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Conheça a nova linha para profissionais criativos

Os últimos lançamentos da Wacom, a nova geração da Intuos Pro, Intuos Pro Paper Edition…

Leia mais >