domingo, junho, 2017

3 princípios que todas as áreas de design têm em comum

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas
Loading...Loading...
FavoriteLoadingFavoritar este Post
Categoria:

Falar de design pode envolver muitas vertentes. Por exemplo: design de peças publicitárias e design de carros. Já sabemos que design não é apenas beleza, mas sim o que funciona bem e com beleza, que menos é mais etc. E mesmo assim as pessoas pensam em design em diversas áreas separadas, sem unificação ou diretrizes diferentes. Mas apesar de todos os pensamentos controversos, há princípios que todas as áreas de design têm em comum:

 

  • Complexidade com simplicidade, não apenas simplicidade

O que é considerado um bom design, não é apenas simples. Em um primeiro momento tudo parece ser simples, mas o que o torna funcional e prático, é exatamente a capacidade dos designers desenvolverem de forma complexas logos, carros, móveis que se pareçam simples.

Se você quiser que eu lhe dê uma apresentação de duas horas, estou pronto hoje. Se você quiser apenas um discurso de cinco minutos, levarei duas semanas para me preparar. – Mark Twain.

 

  • Intuitividade

Uma colher pode lhe parecer intuitivo. Uma cadeira também. É aquela sensação de sentir que está certo. Para algumas pessoas, certas coisas apenas não parecem certas para o que seria para a maioria. É nessa hora que o designer entra para melhorar toda essa mecânica. Construir um design com praticidade e que funcione lindamente, requer uma boa elaboração do design para que tudo pareça certo. É construir de forma que ao olhar, já se compreenda como funciona e fique extasiado ao perceber que o simples é incrível e funcional.

 

  • Hierarquia

Oferecer informação através de uma hierarquia é também uma maneira de oferecer a complexidade do design de forma simples. Por exemplo, os botões que fazem as principais funções dos aparelhos costumam ser maiores do que os outros botões. O título em uma peça publicitária também. A hierarquia possibilita que o espectador tenha foco no que ele precisa saber para esse design ser bem sucedido.

 

Com certeza há outros pontos que todas as áreas têm em comum, mas entender que as áreas podem conversar entre si através desses princípios básicos, faz de você um designer melhor com uma mente mais aberta.

Fonte: Medium

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Os últimos lançamentos da Wacom, a nova geração da Intuos Pro, Intuos Pro Paper Edition…

Leia mais >